Alt+Shift+c Ir para o conteúdoAlt+Shift+m Ir para o menuAlt+Shift+b Ir para a buscaAlt+Shift+f Ir para o roda-pé

Jaboatão Notícias

rss
11/08/13 | Por: Felipe Leite, em Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade HumanaTamanho do texto: A-A+
FBC, Elias Gomes e Eduardo Campos visitam obra de engorda das praias de Jaboatão

Até agora já foram executados 50% do projeto, movimentando 600 mil metros cúbicos de areia

A engorda das praias de Jaboatão dos Guararapes está cada vez mais perto de ser concluída. Com o serviço sendo realizado 24 horas por dia, 50%, ou seja, 3 km da orla do município já contam com uma largura entre 35 e 40 metros. Com isso, já foram movimentados 600 mil metros cúbicos de areia, do total que será de 1 milhão de metros cúbicos. A obra começou em Barra de Jangada e já está passando por Candeias e ainda essa próxima semana iniciará o trecho que compreende à praia de Piedade. Na manhã deste domingo (11/08), o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, visitaram a orla já recuperada.

 

“Essa obra tem começo meio e fim. Começou lá atrás com os estudos preliminares, financiados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, prosseguimos com os recursos do Ministério da Integração Nacional e agora vamos dar o passo seguinte que é a implantação do novo parque linear, com um conceito mais natural para incorporar a presença de arborização e áreas de lazer. Isto tem tido uma repercussão grande, pois estamos devolvendo um patrimônio natural, que foi sendo levado ao longo de anos”, ressaltou Elias Gomes, prefeito de Jaboatão dos Guararapes.

 

“Essa iniciativa é fruto de muitos estudos, da época em que Eduardo (Campos), era ministro da Ciência e Tecnologia. Quero destacar também a iniciativa do prefeito Elias Gomes, que desde a primeira gestão se interessou por essa questão. Nos procurou assim que assumimos o ministério e correu não só na conclusão do projeto executivo, como também no licenciamento dessa obra. Essa está se transformando em uma obra referencia para todo o litoral brasileiro. O município já recebeu a visita de vários prefeitos do Brasil para conhecer essa obra que é rápida e relativamente barata e com um resultado muito rápido”, disse o ministro Fernando Bezerra Coelho.


 

“Eu acho muito bonito, a gente ver praias tão belas, como são Piedade, Candeias e Barra de Jangada, que foram tão degradadas, serem reconstruídas e entregues à comunidade, passando segurança para os moradores da orla, que durante anos viveram o drama do avanço do mar. O prefeito Elias, o Governo Federal estão de parabéns. O projeto feito pelo Governo do Estado para o litoral está pronto. Semana passada entregamos o do Recife, essa próxima semana entregaremos o de Olinda e Paulista para que eles sigam o exemplo da experiência exitosa de Jaboatão, fazendo a recuperação da nossa orla. São mais de 20 Km de praia que podem se devolvidos à comunidade, tendo impacto na economia e na autoestima da população, que vai poder usar esse espaço democrático”, reforçou Eduardo Campos, governador de Pernambuco.

 

ENGORDA DAS PRAIAS – No total será movimentado 1 milhão de metros cúbicos de areia, o que equivale a 100 mil caminhões do tipo caçamba cheios de areia, para aumentar 5,3 quilômetros da faixa litorânea, que compreendem às praias de Barra de Jangada, Candeias e Piedade, em 35 a 40 metros de  largura.  Um investimento de cerca de R$ 41 milhões, com recursos do Ministério da Integração Nacional e do Município. Essa será a maior obra de engorda do Brasil em extensão, maior que Copacabana e Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, Iracema, em Fortaleza, e Piçarra, no Espírito Santo. 

 

A draga, que faz o transporte do material da jazida em alto mar a 14 km de Jaboatão – a 2 km  da praia de Pedra do Xaréu, no Cabo de Santo Agostinho – até a orla do município, tem capacidade para 6 mil m³ de areia e está trabalhando 24 horas por dia, fazendo 4 viagens, movimentando cerca de 20 mil metros cúbicos por dia. Para transportar a areia da draga até o litoral, está sendo utilizado um tubo móvel de ferro, com 1,5 km de comprimento.

 

QUEBRA-MAR - Além da engorda, outro serviço realizado foi o de segmentação do quebra-mar artifical em Candeias, em 5 partes, sendo tirados 100 metros entre uma e outra. O intuito foi fazer com que houvesse a renovação da água. Só com esse serviço os moradores já começaram a sentir as mudanças na coloração da água, que ficou mais clara e no recuo dela, formando, em maré baixa, uma faixa de areia que antes não existia. Esse quebra mar foi implantado há alguns anos como solução para amenizar o avanço do mar. para que haja uma melhor ação hidrodinâmica no local, objetivando a qualidade da água.

Enviar notícia por e-mail

Preencha os campos abaixo para enviar sua mensagem:

Últimas notícias